Dicas de compra e Preparo de Costela

Seja no churrasco ou para o seu dia-a-dia, uma costela é sempre bem vinda.

Pensando em como esse corte é tão popular nas mesas brasileiras, o Içougue decidiu preparar para vocês algumas dicas de compra e preparo. 

Mas antes, é preciso saber que existe alguns tipos de cortes da costela, as mais procuradas são Costela Janela Içougue® e Costela Gaúcha Içougue®. Cada corte necessita de um preparo diferente (você pode usar sempre o mesmo, mas o sabor, textura e aparência podem mudar bastante) então é bom consultar sempre um método mais apropriado para cada corte. 
As dicas de preparo citadas aqui 

Acompanhe e nos diga o que acharam. 

Olhe com atenção a cor da carne, sempre bem vermelha. No caso da maturada, depois de aberta, espere cerca de 10 minutos para que ela volte à cor natural

Verifique as fibras que devem existir entre gorduras e o osso, porque essas fibras vão das um sabor maior à carne.

A costela necessita um assar bem leve e contínuo para que asse sem encruar ou ressecar. Para isso, são necessárias cerca de no mínimo 8 horas no fogo. 

A melhor maneira de calcular a distância do fogo para assar a costela é colocar o espeto em que vai assá-la de pé, com a ponta no braseiro e a haste de madeira definindo o ponto da altura, estabelecendo assim seu comprimento como a distância entre a costela e o braseiro que deverá ser sempre bem vermelho.

Se preferir, uma forma mais segura de assar a costela é envolvê-la em celofane ou papel-alumínio para que cozinhe bem por dentro. Depois, é só retirar e deixar dourar no calor, dando aquele toque defumado e saboroso. 

O ideal para o fogo é acender com antecedência para deixar esquentar a churrasqueira antes de se colocar a carne para não encruar. Lembre-se, a costela é uma carne sensível e não suporta mudanças bruscas de temperatura. O ideal para a temperatura é salpicar de 1 em 1 hora um pouco de sal grosso

No espeto, o ideal é sempre virá-lo de 10 em 10 minutos. Na churrasqueira de bafo, o ideal é assar sempre com o lado do osso para baixo e não mexer ou virar de lado. Protegendo bem a parte inferior, deixando que o calor do bafo asse vagarosamente e continuamente.

Pode ser um pouco difícil no começo identificar as características, mas com o tempo você percebe que essas observações são muito importantes para uma boa compra. 

Conta pra gente qual a sua técnica de compra e preparo.
Fique por dentro, acompanhe o Içougue nas redes 😉

Compartilhe esse artigo nas redes sociais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Curta nosso Blog! Espalhe o sabor da carne por aí!